20
setembro

Aquela gordurinha localizada é resistente! Mas uma estratégia combinada é uma eficaz arma contra ela. Quem indica é a dermatologista Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

“As principais regiões afetadas são aquelas consideradas mais flácidas, como culotes, barriga, braços e região abaixo do queixo (conhecida como papada). Uma característica comum desse tipo de gordura é que, geralmente, ela é resistente e deve ser tratada geralmente com a junção de um plano alimentar, a prática de exercícios (no geral os intervalados de alta intensidade) e o uso de tecnologias”, explica a médica.

A médica explica que a gordura localizada tem um nome técnico de lipodistrofia localizada e é formada pela aglomeração de tecido adiposo em regiões específicas do corpo. Esse acúmulo de tecido adiposo e os locais onde ele se deposita estão relacionados com a predisposição genética da pessoa, seus hábitos alimentares, a prática de exercício físico e sua postura corporal.

De forma geral, as principais causas do surgimento da gordura localizada são:

  • consumo excessivo de alimentos gordurosos e ricos em carboidratos brancos;
  • histórico de lipodistrofia ou excesso de peso na família (componente hereditário);
  • sedentarismo (falta de prática de atividade física);
  • má postura (o que pode fazer com que a barriga fique projetada para frente, por exemplo).

Confira 3 passos para eliminar a gordura localizada

MEXER O CORPO – Não tem como fugir, mulher! A prática de exercícios de forma regular pode ser uma  das ferramentas mais poderosas para você eliminar aquela gordurinha localizada. Quer um treino turbinado? Aposte no HIIT. “Uma indicação atual para as pessoas que desejam perder peso e acabar com a gordura localizada são os treinos intervalados de alta intensidade, conhecidos como HIIT. Esses exercícios são de curta duração e com esforço físico elevado, combinando atividades aeróbicas, de força e resistência muscular”, afirma a médica. Esses exercícios podem ser associados à musculação para definição muscular. “A principal vantagem do HIIT é que ele contribui muito para a queima de gordura, além de fazer o metabolismo ficar acelerado até minutos ou horas depois que o exercício já foi encerrado”, diz. Está esperando o que para começar a suar, mulher?

COMER BEM – Não adianta se matar na academia se você não se alimenta direito. Por isso, comece já a equilibrar as suas refeições. Na dúvida, consulte um nutricionista para ajudá-la nessa reeducação alimentar. No geral, as recomendações são: reduzir ou eliminar o consumo de alimentos ricos em açúcar, gorduras saturadas e carboidratos simples (como pães, bolos e massas); ingerir grandes quantidades de alimentos com fibras diariamente (leguminosas, grãos, farelos, farinhas integrais, vegetais, frutas); quando for consumir gorduras, escolher as “boas”, como: azeite, óleo de coco, abacate; reduzir o consumo de álcool; ingerir chá-verde diariamente, pois ele ajuda a acelerar o metabolismo.

APOSTE NOS TRATAMENTOS ESTÉTICOS – Especialmente se você tem aquela gordurinha mais resistente, investir em tratamentos estéticos, ainda mais associados à dieta e exercícios físicos, completam a tríade sugerida pela dermatologista para você atacar a gordura de frente. Entre as técnicas existentes, a médica destaca a criolipólise, a endermologia e a lipocavitação. “A criolipólise é uma técnica que utiliza temperaturas baixas para congelar a camada gordurosa e eliminar a gordura localizada, pois o frio quebra as células de gordura. O método pode ser utilizado em regiões do corpo que se adaptem ao aparelho”, explica. No caso da Endermologia, a médica destaca que o aparelho faz uma espécie de sucção na área tratada, o que gera o rompimento ou remodelamento das células de gordura do local. “Já a Lipocavitação é realizada por meio de um aparelho de ultrassom que emite ondas de baixa frequência que provocam cavidades nas células de gordura, causando seu rompimento e eliminação. O paciente deve ser criteriosamente avaliado antes de realizar esse procedimento”, finaliza a médica. Mas, lembre-se sempre de consultar a sua dermatologista antes de começar qualquer procedimento, mulher! Só ela saberá o que é mais indicado para o seu caso, combinado?

Então, está esperando o que para colocar estes três passos em prática? O verão já está logo aí, mulher!


Sigam-me nas redes sociais!

Receba novidades do blog em primeira mão
no meu Facebook!


Inscreva-se no meu canal!
Vídeos inéditos todas segundas, quartas e sextas



Fique pertinho do meu dia a dia no meu Instagram



Inspire-se comigo no Pinterest

Lojas que recomendo

Publicidade