28
Fevereiro

Quem nunca fez uma dieta da moda ou aquelas que prometem eliminar todos os seus problemas com peso em apenas uma semana – ou até menos! Sem contar as que permitem que você coma somente um tipo de alimento… ou não coma nada! Afinal se quer emagrecer…

Bem, vocês já sabem que eu gosto de me cuidar, de cuidar do meu corpo e da minha alimentação. Sempre carrego minha marmitinha comigo, sigo as orientações do nutricionista, mas de vez em quando me permito sair da rotina, sim.

O fato é que não tem jeito, se você quer emagrecer, tem que equilibrar o quanto você come com o quanto você gasta de energia, ou seja, se exercita! Mas esta equação tem ainda uma série de outros fatores muito particulares, por isso eu sempre recomendo a buscar orientação de quem sabe do assunto: o nutricionista.

Agora, é preciso ficar atenta, mulher, para não cair na armadilha dessas dietas milagrosas. Uma dieta extremamente restritiva pode trazer muitos problemas à sua saúde, como baixa imunidade, sensação de cansaço, dor de cabeça, irritabilidade, insônia e até o mau funcionamento do intestino. Sem contar no tal “efeito sanfona”, que você emagrece quando está de dieta, mas ao menor deslize, engorda tudo de novo.

nutricionista Beatriz Botequio, da Equilibrium Consultoria, dá 4 dicas para quem quer começar a reeducar a sua alimentação. Esse é sempre o primeiro passo. Por que alimentação saudável deve ser um hábito, não um sacrifício, mulher, pense nisso!

  1. Beba água. Isso pode ajudar a manter a sensação de saciedade. E muitas vezes, você pode estar confundindo fome com sede. Então, antes de cair de boca naquela guloseima fora de hora, tome um copo de água!
  2. Experimente alimentos novos, especialmente ingredientes saudáveis e leves, como vegetais, verduras e frutas. Mesmo que você não tenha gostado na primeira mordida, tente mais uma vez, até educar o seu paladar. Além de que uma alimentação variada é mais gostosa e rica!
  3. Tudo em excesso é prejudicial. Assim como a restrição severa na alimentação. Você vai perceber que pode comer de tudo, desde que em quantidades adequadas e sem excessos.
  4. E tenha paciência, mulher! Não vai ser da noite para o dia que você vai emagrecer. Segundo a nutricionista, alguns estudos com pessoas com excesso de peso ou obesas mostram que aqueles que realizam um emagrecimento lento e com mudanças para hábitos alimentares mais saudáveis têm maior redução da circunferência da cintura e do quadril, além de perderem mais gordura corporal. Já quem emagrece muito em pouco tempo apresenta maior redução de água no corpo e de massa magra. Isso mostra que emagrecimentos de longo prazo são mais saudáveis e apresentam uma perda efetiva de gordura.

Anotou as dicas, mulher? Então força e disciplina que você chega lá! E me conta, mulher, qual a sua dica para se manter firme na dieta!?


Sigam-me nas redes sociais!

Receba novidades do blog em primeira mão
no meu Facebook!


Inscreva-se no meu canal!
Vídeos inéditos todas segundas, quartas e sextas



Fique pertinho do meu dia a dia no meu Instagram



Inspire-se comigo no Pinterest

Lojas que recomendo

Publicidade