11
Janeiro

Essa foi uma pergunta que me fizeram muito desde quando eu decidi que iria morar nos Estados Unidos. E claro que a experiência é diferente para cada pessoa – os objetivos e destinos também e isso influencia muito.

Mas algumas coisas devem ser consideradas quando você está planejando os custos de viver em outro país. E precisa ter em mente que não será um período de férias, quando a gente até pode planejar algum tipo de extravagância, por exemplo, para conhecer um lugar especial… coisas do tipo.

Quando decidimos passar um tempo maior em outro país, precisamos colocar na ponta do lápis questões como a valorização da moeda local, custos de transporte, alimentação, moradia, e até mesmo os seus momentos de lazer, afinal de contas, tudo isso também faz parte da sua experiência de viver fora do Brasil durante um período, seja para aprender o idioma – como foi o meu caso – quanto para fazer um determinado curso ou ir a trabalho… enfim…

E como começo de ano é aquele período que a gente gosta de planejar os objetivos para 2018, se você está pensando em viver fora, a primeira dica é conversar com pessoas que já tenham vivido essa experiência e a segunda é buscar orientação de profissionais e empresas especializadas no assunto, que irão te dar toda a assistência e segurança neste momento.

Buscar entender um pouco sobre a cotação da moeda de cada país pode te ajudar a planejar suas economias e até a escolher o seu destino! Outra decisão importante é se você irá ficar em uma casa de família, residência estudantil ou até alugar o seu próprio espaço. E nessa decisão, outros fatores também devem ser levados em conta, por exemplo, alimentação. Você está disposta fazer compras no supermercado, terá tempo para planejar e fazer a sua própria comida? Ou ainda prefere aquela mordomia de morar na casa dos pais, sem ter que se preocupar muito com o que vai ter para jantar? Já pensou sobre isso?

Tem o fato também se você já está acostumada a ter uma vida mais independente, morar sozinha… em um novo país, tudo muda, não é mesmo? Tem a questão cultural, do idioma e o fato de você estar longe da sua família e dos seus amigos. Mas claro, com um mundo novo pela frente, oportunidade de conhecer pessoas novas, interessantes e de todos os cantos do planeta!

Transporte também é um item que pode acabar em segundo plano! Mas é super importante e pode fazer a diferença entender como funciona o transporte público da cidade que você vai morar, se a sua moradia fica próxima do local que você vai estudar/trabalhar… enfim… não se esqueça desse item.

E os momentos de lazer também fazem parte dessa imersão cultural. Mas como você estará mais tempo no local, vale a pena pesquisar e não agir como “turista”, mas sim como um “local”. Visitar museus, por exemplo, podem ter um custo caro aos finais de semana e feriados, mas podem ser gratuitos em horários alternativos, que moradores podem ir… pense sobre isso!

E aproveite cada momento dessa sua jornada, mulher!


Sigam-me nas redes sociais!

Receba novidades do blog em primeira mão
no meu Facebook!


Inscreva-se no meu canal!
Vídeos inéditos todas segundas, quartas e sextas



Fique pertinho do meu dia a dia no meu Instagram



Inspire-se comigo no Pinterest

Lojas que recomendo

Publicidade