Desafio da Mari: vem treinar comigo!

Cada pessoa tem o seu ritmo e a sua meta. Mas todo mundo deve prezar por um estilo de vida mais saudável e, incluir a atividade física na rotina deve fazer parte dessa conquista. Este é o meu desafio para vocês!

Por isso, sempre posto aqui no blog algumas dicas para estimular vocês a incluírem a malhação. Afinal, para conquistar aquele corpo, você precisa suar a camisa, não é mesmo?

Hoje, a dica vai para quem quer emagrecer. Sempre tive dúvidas se a ordem do treino de musculação e aeróbio (corrida, caminhada, bike…) influenciava nesse quesito. Por isso, consultei o professor Fernando Salles, que é fisiologista e professor titular da Universidade Estácio de Sá.

Ele explicou que para quem busca emagrecer, apostar em treinos combinados, ou seja, musculação mais aeróbio é uma boa pedida, “já que o processo de pausa/ativa (intervalos com atividade aeróbia) visa manter a frequência cardíaca e o metabolismo em um patamar mais elevado”.

FACE_20_03_2015_

Também é um mito acreditar que só os exercícios aeróbios (como corrida, natação, bike…) emagrecem. “Eles são a principal estratégia para obtenção dos resultados de emagrecimento. Mas não podemos esquecer que a musculação é uma forma de aumentar lubrificação e proteção articular, muito importantes para prevenção de lesões em corridas, por exemplo”, explica o professor.

Acontece que durante o exercício aeróbio ocorre a “oxidação”, e o professor explica que o combustível melhor aproveitado é a gordura que sofre “oxidação”, tornando-se disponível para o consumo e quando queremos emagrecer com qualidade é ela que queremos queimar. “A musculação em si, durante sua execução, não é o principal indutor de queima das calorias provindas da gordura. O consumo de oxigênio pós-exercício (EPOC), ou seja, o que gastamos para nos recuperar de um treino intenso, pode ajudar”, ensina.

Por isso, se você quer emagrecer, o professor Fernando explica que o melhor é fazer os exercícios aeróbio após o treino de musculação. Ele explica que isso acontece por que o corpo tem um “delay”, ou seja, precisa de um tempo para ajustar o metabolismo até que ele comece a queimar gorduras ao iniciarmos um exercício. “O corpo segue uma sequência de requisição dos sistemas energéticos, sendo iniciada pela energia imediata que chamamos de fosfagênios de alta energia, depois a glicose circulante e glicogênio muscular até darmos prioridade ao metabolismo aeróbio. Caso eu execute musculação inicialmente eu vou deletar os estoques das primeiras fontes e priorizarei a gordura como fonte básica durante o exercício seguinte”, orienta. O professor explica que se você começar pelos exercícios aeróbios, os minutos iniciais de treino são de ajustes metabólicos, até que se encontre o ponto ótimo para queima de gordura.

Espero que tenham gostado das dicas para deixar o seu treino ainda mais eficiente. E não se esqueça de usar a hashtag #treinandocommarianasaad para compartilhar o seu momento fitness comigo!

Beijo beijo

Mari Saad

Mariana Saad

Tudo sobre moda e beleza. Priorizando as tendências para maquiagem.

Sem Comentários Ainda

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.